domingo, 6 de dezembro de 2009

Unifesp encontrou a possível cura para endometriose!

Uma descoberta de cientistas brasileiros pode ajudar no tratamento da endometriose, que atinge seis milhões de brasileiras em idade reprodutiva. A doença é uma das principais causas da infertilidade feminina.Narração de Carolina Rosa.
Separei dois links este da banderantes onde o som está melhor e mais alto:
http://bandnewstv.band.com.br/conteudo.asp?ID=234745
Abaixo o do youtube:

3 comentários:

Anônimo disse...

Bem, eu menstruei com 10 anos, começei a ter cólicas com 15 e toda vez que baixava no médico ele dizia que era normal.
Resultado, com 21 anos somente fui diganosticada com Endo... legal, né? E só quem me deu ouvido foi uma médica pq enfim, medico nunca sentiu uma cólica p saber o que é normal e o que não é. Cólica é normal sim, um incomodo...Dor não é normal.

Tessalia de Souza disse...

Aos 14 anos, menstruei. Neste dia, usei 30 absorventes, porque o fluxo mesntrual era intenso. Sempre tive cólicas. Nas relações sexuais, também sentia dores. Os médicos diziam que o meu útero era retrovertido, daí a explicação das dores nas relações.
Em 2007, aos 45 anos, descobri que tinha endometriose. Através da vídeo, perdi o ovário direito.Após esta cirurgia, tomei lupron por seis meses.
Com a retirada deste medicamento, as dores voltaram. Passei a tomar o cerazzete, que contribuiu para diminuir o volume do útero, no entanto, as dores não passavam.
Em 2009, já não aguentando mais de dores, as quais me impediam até de andar, fiz nova vídeo, retirando o útero e o ligamento útero-sacro.
Ainda assim, tenho muitas dores que progridem a cada dia. Não sei mais o que fazer.
O médico disse que, talvez, sejam decorrentes das aderências.
Tenho, atualmente, 49 anos. Tomando prebictal para a coluna e lesão do manguito rotador, as dores aliviam, mas, em seguida voltam.
Não sei mais o que fazer.
Faço uma nova vídeo? Se as minhas dores decorrem das aderências, se fizer uma nova cirurgia ganharei outras aderências? Com a menopausa as dores passarão?
Minha qualidade de vida decai. Preciso de um cientista para pesquisar a cura da endometriose.
Minha filha também está sentindo as mesmas dores.´Desde os seus 21 anos, ela toma anticoncepcional para suspender a menstruação. Hoje ela tem 28 anos. Ela não quer fazer a vídeo, pois conhece o meu histórico.
Preciso de ajuda. Preciso de encontrar um médico e cientista
que alivie as minhas dores e da minha filha.

Nandhara disse...

Tessalia, não sei oque posso te dizer pois não sou médica, só sei que a cada cirurgia mais aderencias se formam, e as mesmas provocam dores. Minha médica disse que não há oque fazer com aderencias, porém, procure um fitoterapeuta ele pode conhecer alguma combinação de ervas que melhore isso. Ou o hospital das clinicas da sua cidade sempre existem pesquisadores lá.
te desejo a cura!
Nandhara