quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Endometriose pode ser combatida pela Vitamina D3

Meninas tentantes,

Continuo minhas pesquisas, essa semana assisti a esses vídeos muito importantes. Assistam 

a importância da vitamina D3 para doenças como endometriose, canceres, psoríase, alzeimer, esclerose multipla entre outras. Segundo Dr.Lair Ribeiro todos temos deficiência de d3.

Quando eu descobri o mioma que eu tinha eu morava em São Paulo, e quase não me expunha ao sol, onde ele atingiu 6cm, e quando os médicos queriam tirar o meu útero. Mudei para Belo Horizonte e lá faz sol todos os dias é raro chover ou ter um dia nublado, eu me expunha bastante ao sol, foi exatamente na época em que comecei a perceber a diminuição do meu mioma, hoje em dia ele está calcificando e já quase não existe mais. Minha endometriose continua inexistente, então depois que assisti esses vídeos comecei a perceber que a vitamina d3 pode ter me trazido a cura.

Agora moro em São Paulo novamente e depois de ver esses vídeos, já entrei com a suplementação da vitamina d3 e pretendo fazer o exame da mesma para ver como estou e publicar aqui.

Estou fazendo a suplementação já há alguns dias, meu marido também, já percebemos uma melhora na qualidade do nosso sono. Meu pai tem degeneração macular séria, as injeções que ele está tomando no olho não estão adiantando de nada, ele já começou a suplementação de vitamina d3 publicarei posteriormente os resultados aqui.



http://www.youtube.com/watch?v=_9-gJ0RIJ20
http://www.youtube.com/watch?v=B0QEc7gToZQ

livro sobre vitamina d

http://editorafundamento.com.br/autores/nao-ficcao/michael-f-holick/vitamina-d.html#.UvwpTvldXw8

A vitamina D e a reprodução humana

Publicado em 7 de junho de 2013 por Clínica Fecondare



A vitamina D é um hormônio que atua em diferentes órgãos do organismo, sendo responsável principalmente pela absorção do cálcio e pela formação do osso, mas também tem um papel importante na saúde reprodutiva tanto do homem quanto da mulher. Existem dois tipos de vitamina D (D2 e D3) e ambas são produzidas com o auxílio da luz ultra-violeta que recebemos diariamente; o tipo D3 ainda pode ser obtido na alimentação, por meio de peixes gordurosos, por exemplo.


Sua relação com a reprodução está sendo estudada e algumas associações já foram bem estabelecidas. Pesquisas recentes destacam que a presença dessa vitamina se associa positivamente à velocidade e à movimentação dos espermatozoides, enquanto que sua deficiência está associada à baixa produção de testosterona e também de espermatozoides – essa última presente mesmo quando a quantidade de testosterona no organismo masculino esteja normal.

A sua deficiência no organismo feminino associa-se à síndrome dos ovários policísticos. Ela afeta o metabolismo da insulina, a produção das células que se tornarão os óvulos e ainda se associa à obesidade, que são componentes importantes no desenvolvimento da doença. Sua quantidade insuficiente no organismo também se associa à endometriose, à “TPM” e à cólica menstrual; em relação especificamente à gestante, relaciona-se ao aumento do risco de pré-eclâmpsia (doença grave que acontece no final da gestação), diabetes gestacional e ao aumento da necessidade de cesariana. 
Considera-se ainda um papel colaborador desse hormônio no sucesso da fertilização in vitro (técnica de reprodução assistida em que o óvulo e o espermatozoide são unidos em laboratório e posteriormente colocados no útero para se desenvolver).
Em relação à saúde fetal, os níveis maternos suficientes da vitamina se associam ao seu adequado desenvolvimento e crescimento, influenciando sobre o seu peso ao final da gestação.
Os benefícios creditados à vitamina D levaram à hipótese de que sua reposição em determinadas condições relacionadas à saúde reprodutiva poderia ser benéfica, apesar de não estar totalmente aceita pela literatura científica. De toda forma, já está sendo usada por médicos especialistas em reprodução humana e pode ser considerada durante o tratamento de infertilidade de forma complementar.

10 comentários:

Tatiane Monteiro disse...

Muito interessante o seu post.
Depois com a Vitamina D em dia, a Endometriose voltou? Acompanha os níveis de vitamina D?
Estou estudando e pesquisando sobre esse assunto.

Tatiane Monteiro disse...

Muito interessante o seu post.
Depois com a Vitamina D em dia, a Endometriose voltou? Acompanha os níveis de vitamina D?
Estou estudando e pesquisando sobre esse assunto.

Anônimo disse...

Olá. Qual dosagem de vitamina está tomando?

Anônimo disse...

Olá, gostaria de saber como está o seu mioma na volta à SP. Você continua tomando os chás, ou apenas vitamina D? Descobri meu Mioma recentemente e estou em busca de todas as alternativas existentes para me curar, e vou conseguir!!! Adorei seu relato, parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Fiz uma cirurgia para retirada de mioma e endometriose estou me recuperando ainda estou no 10 dia de cirurgia. Nao conseguia engravidar agora vou fazer tratamento, mas essa informacao sobre a vitamina D e interessante

Mila disse...

ola boa noite!!!!
eu adorei o blog eu estou com suspeita de endometriose!! queri de saber se vc conhece um livro para me indicar tanto de alimentação qt tratamento para endomentriose!!!

Mila disse...

ola boa noite!!!!
eu adorei o blog eu estou com suspeita de endometriose!! queri de saber se vc conhece um livro para me indicar tanto de alimentação qt tratamento para endomentriose!!!

Carla disse...

Nossa, eu tinha deficiência d evitamina D. Super baixa. E tenho endometriose e ovários policísticos. Não sabia que havia relação.

Anônimo disse...

Oi, eu suplemento vitamina d há 2 anos, eu tinha 2 miomas, agora de um ano para o outro são 6, e ainda apareceu um polipo. Vitamina d é mto importante, mas não vejo que a deficiência seja a causa dos miomas.
Bjo, laura

Onco Express disse...

A OncoExpress é uma empresa que comercializa medicamentos especiais que tem como conceito a excelência na prestação de serviço com dedicação, agilidade, segurança e qualidade.

Com o objetivo de facilitar a aquisição de medicamentos especiais, a OncoExpress cumpre o papel de ser uma peça fundamental no tratamento, atendendo a necessidade da Classe Médica, que é a garantia da qualidade de vida para seus pacientes.

Atendemos todo o território nacional, dispensando e entregando nos locais onde nossos clientes desejam receber. Nosso estoque é climatizado, seguindo as normas de boas práticas de armazenamento e acondicionamento, garantindo a qualidade dos produtos que comercializamos.

Comprar agora ficou mais fácil! Ligue e faça seu orçamento sem compromisso!

Nosso horário de funcionamento é de 2ª a 6ª feira das 8:00 hs às 18:00 hs e nossa central de telemarketing estará prontamente disponível para receber sua ligação.

CONTATOS PELO TELEFONE

(11) 3569-9648

e-mail: vendas@oncoexpress.com.br